domingo, 26 de julho de 2009

Juventude com morte anunciada

Cerca de 33 mil jovens brasileiros, entre 12 e 18 anos, poderão ser assassinados até 2012. Essa sombria previsão consta no estudo feito pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) em parceria com a Univerdade Estadual do Rio de Janeiro. Jovens negros, segundo o parecer, têm 2,6 vezes mais chances de serem assassinados em relação aos brancos. Pelo menos um a cada 500 adolescente do País morrerá antes de completar 19 anos. O levantamento envolveu 267 cidades com mais de 100 mil habitantes - é o primeiro a calcular o índice de homicídios na adolescência (IHA). O que podemos fazer para mudar esse lastimável quadro?!