quarta-feira, 6 de maio de 2009

Meus Pais

Irmã Marli e Pr João Carlos Vilande

Em minhas caminhadas tenho conversado com as pessoas, e há uma reclamação muito grande por parte dos pais em relação a seus filhos. A profecia de Paulo a Timóteo sobre a rebeldia dos filhos nos últimos dias é visível (2 Tm 3). O educador Içami Tiba afima em seu livro Quem Ama Educa, "estamos no meio de uma sociedade de folgados". Jovens, adolescentes e crianças que não conhecem os seus limites. Vemos então a importância dos pais, especialmente os cristãos. Ensinar, por limites, obedecer e amar ao Senhor é uma responsabilidade primeiramente dos pais (Pv 22:6). Mas infelizmente esta acontecendo uma terceirização de uma função que é intransferível, então os reflexos são colhidos diariamente na família, igreja e sociedade. Diz um pensador: "Se não educar criança, criamos crionças". Será que estamos cumprindo efetivamente o nosso papel?! Se os pais negligenciar em sua missão haverá fatalidades pelo caminho. A Palavra do Senhor nos ensina: "como flexas na mão do valente, assim são os filhos da mocidade" (Slm 127:4). Neste texto aprendemos que os filhos são as flexas, o valente é Deus e onde entra os pais nesta história?! Os pais são o arco! Significa que as flexas serão projetadas pelo Valente conforme a capacidade do arco, ou seja para que os filhos atinjam longo alcance na vida social e espiritual, a importância dos pais é fundamental.
Pr José Vilande